Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
10/04/19 às 14h38 - Atualizado em 10/04/19 às 14h38

SO faz balanço dos primeiros 100 dias de gestão e anuncia novas obras

 

Em meio à análise dos cem primeiros dias de gestão, foram anunciados, nesta quarta-feira (10), o início da obra de revitalização da 511/512 sul, a instalação de luminárias LED na W3 e as licitações das obras do Setor Comercial Sul e Setor de Rádio e TV Sul. Serão investidos mais de R$16 milhões na execução dos serviços.

 

“ Vamos resgatar esses espaços tradicionais e essenciais para a economia e cultura da cidade. Projetos engavetados há anos foram atualizados e  agora vão sair do papel”, explicou Izidio Santos, secretário obras e infraestrutura do GDF.

 

CEM DIAS DE GESTÃO – Em meio à habitual reestruturação administrativa e definições do planejamento estratégico, ações características de uma nova gestão, a equipe da Secretaria de Obras e Infraestrutura (SO) concentrou esforços nesses primeiros 100 dias de gestão em dar celeridade às obras de infraestrutura existentes, na coordenação dos trabalhos executados por Novacap, CEB, Caesb, SLU, Detran e DER durante o Programa SOSDF, em modernizar e eficientizar a iluminação pública, em promover a cultura da manutenção preventiva através de diversas vistorias realizadas, além de avançar no processo de lançamento de novas obras.

“Com a análise dos contratos existentes e mapeamento de demandas, conseguimos avançar na dinâmica administrativa, sempre alinhada com todos os órgãos envolvidos em uma obra pública, e definir prioridades. Isso impactou na oferta de serviços mais eficazes para a população, como o SOSDF, com praças, parques e vias em diversas Regiões Administrativas revitalizados. Vem muito mais por ai”, analisou Izidio Santos, secretário obras e infraestrutura do GDF.

 

REVITALIZAÇÃO 511/512 SUL – A obra consiste na remodelação das vias W2 e W3 Sul com reorganização dos estacionamentos, arborização e paisagismo, revitalização dos becos entre os blocos, recuperação e troca de piso das calçadas existentes, entre outras melhorias, com um investimento de R$ 1,8 milhão. As obras devem ser concluídas em 190 dias. O projeto de revitalização é uma parceria entre o Governo do Distrito Federal, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Distrito Federal (Fecomércio) e a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL). O GDF vai arcar com a melhoria dos espaços públicos. Em contrapartida, os lojistas vão reformar e padronizar as fachadas das lojas.

 

LUMINÁRIAS LED NA W3 – Demanda antiga da população local, a iluminação da via W3 será totalmente revitalizada. Serão realizados serviços de instalação e substituição de 932 luminárias de LED, 578 postes de luz, 33 mil metros lineares cabos, além da instalação de disjuntores, pintura de postes e construção de redes de duto. O investimento total para revitalização da via será de R$5,8 milhões. O serviço será realizado em duas etapas com início previsto pela W3 Sul. Os serviços foram autorizados pela Secretaria de Obras e Infraestrutura e serão executados pela Companhia Energética de Brasília (CEB).

 

REVITALIZAÇÃO SCS E SRTVS – No SCS, foi autorizada a licitação da obra de requalificação da Praça do Povo. Serão realizados serviços de acessibilidade e revitalização dos becos das Quadras 03 e 05. O investimento será de R$ 4,2 milhões. A proposta desenvolvida cria novas possibilidades de utilização dos espaços públicos, transformando becos em praças, permitindo a multifuncionalidade do local para prática do skate e apresentação de espetáculos e procura ordenar as áreas para quiosques. O projeto também prevê a criação de “elementos-surpresa” em locais inusitados do SCS, assim como paredes verdes, murais de arte e grandes pergolados.

 

No SRTVS, o objetivo é fomentar o uso do transporte público e dos pedestres, propondo intervenções que possibilitem o deslocamento de pedestres, pessoas com deficiência e ciclistas por todo o Setor. O investimento será de R$ 4,5 milhões. As intervenções consistem na ampliação e inclusão de novas calçadas, melhoria das travessias de pedestres e da arborização, criação de plataformas compartilhadas para vencer os desníveis dos acessos a lotes e interseções, introdução de elementos de traffic calming, reformulação do acesso do ponto de ônibus da via W3 e configuração de rotas de pedestres no Setor, disciplinando os estacionamentos ao longo da via para garantir o trânsito de veículos de emergência. Por fim, está previsto novo ordenamento dos quiosques existentes no local.