Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
5/02/20 às 15h07 - Atualizado em 5/02/20 às 15h07

Sobradinho II recebe nova iluminação com lâmpadas de LED

COMPARTILHAR

A Companhia Energética de Brasília (CEB) e a Secretaria de Obras e Infraestrutura estão ajudando na segurança pública de 25 mil pessoas que residem na Vila Rabelo e no Setor de Mansões de Sobradinho II. Os moradores agora podem caminhar em avenidas mais iluminadas, o que dificulta a ação de criminosos e aumenta a sensação de proteção.

 

A CEB e a Secretaria de Obras começaram a trocar as luminárias convencionais dos postes dessas localidades por lâmpadas de LED, cujo raio de alcance chega a ser maior que o das comuns, pois possuem seis vezes mais potência e a possibilidade de gerar uma economia de até 60%. Além disso, lâmpadas de LED são fabricadas para transformar energia absorvida em luz, em vez de convertê-la em calor.

 

Ao todo serão substituídos 986 pontos de luz amarela por branca, que é a tonalidade da lâmpada de LED. A ação faz parte do projeto de eficientização energética. Os recursos para a execução do serviço, no valor total de R$ 644 mil, são provenientes das emendas parlamentares dos deputados distritais Rafael Prudente e Robério Negreiros.

 

Para o presidente da CEB, Edison Garcia, uma boa iluminação está totalmente relacionada a uma população mais segura. “Esse é um projeto muito importante para Sobradinho II. A luz é um instrumento de proteção do cidadão, reduz a sensação de insegurança e permite um melhor aproveitamento do espaço público a noite”, afirmou.

 

Comerciantes aprovam – Uma das principais vias do Setor de Mansões de Sobradinho II, a QMS 13 está mais iluminada desde quando a CEB e a Secretaria de Obras substituíram por equipamentos de LED as lâmpadas convencionais dos postes instalados ao longo da avenida rodeada por comércio, deixando o lugar mais claro durante a noite.

 

A iniciativa foi aprovada pelos comerciantes da quadra. Para o caixa de supermercado Inaelton da Silva, 25 anos, quanto mais iluminada a porta do comércio, menos risco de assalto. “A iluminação intimida os bandidos. Agora, está bom de se trabalhar aqui”, destacou.

 

Moradores também – Mas não foram somente os donos de lojas que aprovaram a melhoria. A professora Simone Limas, 37 anos, mora perto do comércio da QMS 13 e costuma ir a pé ao supermercado onde Inaelton trabalha como caixa. Ela contou que, com a nova iluminação, se sente segura para fazer o percurso. “Quanto mais luz, menos risco de assalto ou qualquer tipo de violência contra a gente”, disse.