Governo do Distrito Federal
26/06/15 às 18h31 - Atualizado em 13/10/22 às 15h37

Teatro Oficina Perdiz ganha nova sede na Asa Norte

Espaço ainda precisa de infraestrutura antes de ser aberto ao público até o fim do ano

A saudade do trabalho no teatro estava estampada no rosto. Ansioso, José Perdiz, de 83 anos, abriu hoje pela primeira vez a nova sede do projeto que leva o seu sobrenome e foi iniciado há mais de 40 anos. Regada a um bom chorinho, a cerimônia foi conduzida pelo secretário de Cultura, Guilherme Reis, e acompanhada pelo governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, ao lado do secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, Julio Cesar Peres, e do titular da 1ª Promotoria de Justiça do Meio Ambiente e Patrimônio Cultural do Ministério Público do Distrito Federal e dos Territórios, Roberto Carlos Batista.

“Esse evento representa o resgate de um local fundamental para o estímulo à cultura em Brasília”, resumiu Rollemberg. A construção da nova sede do Teatro Oficina Perdiz foi possível graças a uma conciliação mediada pelo promotor do MPDFT, iniciada em 2002. Os vizinhos da antiga área ocupada pelo teatro se comprometeram a construir a estrutura em uma nova quadra, onde Perdiz tivesse permissão de atuar.

A Secretaria de Cultura foi a responsável por desenvolver o projeto do espaço, na Quadra 710 Norte, onde Perdiz poderá continuar com a oficina de torneiro mecânico. “Para mim é um presente”, disse o apaixonado por arte. “Faço isso pelos artistas, que procuram um lugar para se apresentar”, completou. A sala de teatro levará o nome de Mangueira Diniz, primeiro diretor a encenar no tablado.

Para Guilherme Reis, o que não faltará é artista querendo utilizar o espaço: “Não tenho dúvidas de que a comunidade artística se mobilizará em peso por esse espaço, que faz parte da história da cultura em Brasília.”

Inauguração
Apesar de entregue, o espaço ainda precisa receber infraestrutura para começar a funcionar. A expectativa da equipe de Perdiz é que a inauguração ocorra ainda este ano.

Além dos espetáculos, o lugar deve ser aberto a ensaios teatrais, cursos de interpretação, iluminação e outros assuntos ligados ao teatro.