Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
20/07/20 às 11h20 - Atualizado em 20/07/20 às 11h27

Trânsito no centro de Taguatinga terá desvio a partir de quinta-feira (23)

COMPARTILHAR

 

Os desvios de trânsito construídos para a execução das obras do Túnel de Taguatinga entram em funcionamento a partir desta quinta-feira (23). A principal alteração será a interdição da Avenida Central para os carros que circulam no sentido Sol Nascente/Pôr do Sol – Plano Piloto. O fluxo no sentido contrário não sofrerá qualquer interdição.

 

Então, motorista, o tráfego no local ficará assim:

 

Trajeto sentido Plano Piloto: interditado para condutores que vêm do sentido Sol Nascente/Pôr do Sol. Eles precisarão usar rotas alternativas nas Avenidas Samdu e das Palmeiras, além do Pistão Norte, antes de retomarem a Estrada Parque Taguatinga.

 

Trajeto sentido Ceilândia: permanece como está. A Avenida Central será liberada gradualmente de acordo com a conclusão dos serviços de escavação.

 

 

Ônibus

 

Os usuários do transporte público coletivo devem ficar atentos. Quem costuma embarcar no trecho que será interditado, no sentido Plano Piloto, deverá se dirigir às paradas que a Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob) instalou na Avenida das Palmeiras. No sentido de volta, em direção a Ceilândia, não haverá alteração.

 

 

Assista o vídeo para entender como vai funcionar o desvio:

 

 

 

Obra do desvio

 

Todo o trabalho para a viabilização do túnel começou em maio na alça de acesso à EPTG pelo Pistão Norte, que foi alargada e ganhou mais uma faixa. Depois foi realizado o alargamento de alguns trechos da EPTG. A etapa seguinte se concentrou na Avenida das Palmeiras, que passa a ter sentido único (Sol Nascente/Pôr do Sol-Plano Piloto) durante toda a construção do túnel – este com previsão de conclusão para 2022.

 

A obra dos desvios incluiu também terraplanagem, pavimentação, instalação de sinalização de trânsito horizontal e vertical, limpeza de camada vegetal e supressão arbórea em trechos do Pistão Norte, da Avenida das Palmeiras e no acesso à Avenida Samdu Norte.

 

“Queremos garantir a fluidez do tráfego e a segurança de todos durante a execução dos serviços do túnel. São mais de 135 mil veículos que circulam pela região”, afirma o secretário de Obras, Luciano Carvalho.

 

 

O túnel

 

O consórcio Novo Túnel é responsável por executar as obras. Os recursos são oriundos de contrato de financiamento firmado pelo GDF com a Caixa Econômica Federal. Com investimento de R$ 275,7 milhões e previsão de entrega para fevereiro de 2022, o túnel fará uma ligação subterrânea para quem segue para Sol Nascente/Pôr do Sol, pela via Elmo Serejo, além de oferecer uma via alternativa pela superfície para o Centro de Taguatinga.

 

Isso evitará a retenção de veículos nos semáforos do centro de Taguatinga. “Com a conclusão da obra, os carros que estiverem na Avenida Elmo Serejo, sentido Plano Piloto, vão mergulhar pelo túnel e sair na Estrada Parque Taguatinga (EPTG)”, explica o engenheiro Ricardo Terenzi, subsecretário de acompanhamento e fiscalização de obras da secretaria.

 

Do outro lado, aqueles que chegarem a Taguatinga pela EPTG também passarão por ele até o início da Via Estádio, saindo logo após o viaduto da Avenida Samdu. Vias marginais darão acesso às Avenidas Comerciais e Samdu Sul e Norte.

 

 

A grandiosidade da obra

 

⇒ Valor: R$ 275,7 milhões (R$ 275.744.558,87)

⇒ Extensão do túnel: 1.010 metros, dos quais 180 metros no trecho de emboque e 830 metros cobertos

⇒ Volume de concreto que será utilizado: 90 mil metros cúbicos

⇒ Quantidade de aço que será utilizado: 8 milhões de quilos

⇒ Contenções em parede diafragma: 65 mil metros quadrados

⇒ Escavação subterrânea: 160 mil metros cúbicos

 

Se por um lado o túnel irá desafogar o trânsito para os mais de 135 mil veículos que circulam pela região, por outro a atual Avenida Central se transformará em um boulevard arborizado que oferecerá uma paisagem inteiramente diferente para a população, com foco nas pessoas e no comércio da região. Além do paisagismo, as calçadas e estacionamentos serão revitalizados.

 

O fluxo de veículos concentrará transporte público (como o BRT) de moradores e frequentadores da região central da cidade. A previsão é de que Taguatinga ganhe um centro ainda mais vibrante e moderno, com consequente valorização imobiliária e comercial.

 

 

Corredor Eixo Oeste

 

O Túnel de Taguatinga faz parte do Corredor Eixo-Oeste, que terá 38,7 quilômetros de extensão e ligará o Sol Nascente/Pôr do Sol ao Plano Piloto (Eixo Monumental e Estação Asa Sul), passando por Taguatinga.

 

No projeto do Corredor Eixo-Oeste, está previsto o alargamento de pistas e a construção de faixas exclusivas nas principais vias de ligação do Sol Nascente com o Plano Piloto, como a Hélio Prates, Estrada Parque Indústrias Gráficas (EPIG), chegando ao Eixo Monumental; e a Via Setor Policial Militar (ESPM), para acesso ao Terminal da Asa Sul.

 

Os 38,7 quilômetros de extensão vão ligar Sol Nascente/Pôr do Sol ao Plano Piloto, passando por Taguatinga. O Eixo Oeste beneficiará diretamente a população do Plano Piloto e regiões administrativas de Sol Nascente/Pôr do Sol, Ceilândia, Taguatinga, Samambaia, Águas Claras, Vicente Pires e Guará. Também serão contempladas, indiretamente, as regiões de Brazlândia e de Águas Lindas (GO).